Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Abraço da Noite

por Vitor, em 10.08.11

Editora: Chá das Cinco

Páginas: 384

 

"Querida leitora,

A vida para mim é óptima. Tenho o meu café de Chicória, o meu beignet quente e o meu melhor amigo ao telemóvel. Depois de o sol se pôr, sou a pior coisa que percorre a noite: comando os elementos e não conheço o medo. Durante séculos, protegi os inocentes e tomei conta da humanidade, assegurando-me de que estão seguros a salvo num mundo em que nunca nada é certo. Tudo o que quero em troca é uma miúda gira num vestido vermelho, que não queira mais nada de mim para além de uma noite. Em vez disso, sou atropelado por um carro alegórico de Carnaval que me tenta transformar num animal morto à beira da estrada e conheço uma mulher que me quer salvar a vida mas não se consegue lembrar onde me pôs as calças. Vibrante e extravagante, Sunshine Runningwolf deveria ser a mulher perfeita para mim. Não quer nada mais do que esta noite, sem laços, sem compromissos a longo prazo. Mas, sempre que olho para ela, começo a desejar concretizar sonhos que enterrei séculos atrás. Com os seus modos pouco convencionais e a sua capacidade para me surpreender, Sunshine é a única pessoa de que preciso. Mas amá-la significaria a sua morte. Fui amaldiçoado e nunca poderei conhecer a paz ou a felicidade, não enquanto o meu inimigo espera na noite para nos destruir a ambos."

Talon dos Morrigantes

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:39

Licença Creative Commons
A obra Predador da Noite de Predador da Noite foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Partilha nos Mesmos Termos 2.5 Portugal.
Com base na obra disponível em sagapredadordanoite.blogs.sapo.pt




Sejam bem-vindos ao 1º blog português sobre a saga "Predador da Noite", de Sherrilyn Kenyon.

Status

Online desde: 10.08.2011
Staff: Vitor (Administrador), Primrose Eleanora Dare, AMB

Frase do Mês

«Não se chama "borracho" ao Acheron - disse Valério a Tabitha num tom severo. Ela resfolegou, literalmente. Como um cavalo. - Tu não chamas "borracho" ao Acheron porque bem, era doentio. Mas eu estou sempre a chamar-lhe "borracho".

Tabitha, Sedução na Noite



Contactos do blog

EMAIL
TWITTER
FACEBOOK


Predadores da Noite Portugal - Facebook


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Já nas livrarias